Diário de Gravidez #8 - Meu Parto ❤ - Momentos e Outras Coisas

5 de jan. de 2023

Diário de Gravidez #8 - Meu Parto ❤

 

Porta do nosso quarto no hospital

Conte nesse post como foi meus últimos dias com o barrigão da Juju. E hoje vim falar sobre como foi meu parto, que é para algumas mulheres, o momento mais desafiador antes do nascimento do filho, mas para mim foi super tranquilo pois estudei bastante sobre gestação e vias de parto durante a gravidez.

Fui aquela pessoa que pesquisava mesmo, em fóruns online e páginas do instagram sobre o que poderia acontecer tanto durante o parto quanto depois, então fui bem informada para o hospital. Além disso, tenho uma amiga que é enfermeira obstétrica, e conversamos BASTANTE sobre o parto, até quando comecei a sentir as primeiras contrações de treinamento, ligava pra ela e ela me passava várias dicas.

Eu gostaria muito de ter minha filha por via normal, mesmo sabendo que a maioria dos médicos irão "sugerir" o parto via cesárea, porque o índice no Brasil é altíssimo. Pois bem, estava certa do que eu queria, e assim segui. 

Nas últimas semanas de gravidez, descobrimos uma diabetes gestacional, baixa, mas ainda assim com risco, minha médica indicou a internação para ter o parto via natural, por indução. E com 39 semanas completas,  fui internada e comecei o processo de indução do parto. Foram dois dias sem sentir nada, mas a bolsa estourou no 3º dia, no 6º comprimido.

No dia 24 de Fevereiro de 2022, entrei em trabalho de parto, fui pra sala com 4 de dilatação. Fiz alguns exercícios como caminhada, bola, levantar e agachar, e cheguei a 6, depois 8 de dilatação. Empaquei no 8 por quase 5 horas! Não saimos dessa contagem, e eu já não estava aguantando de dor, afinal já haviam se passado quase 14 horas de trabalho de parto! 

Decidi chamar a dra para fazer a cesariana. Já estava sem me alimentar e sem água nesse tempo todo, a última refeição foi as 20h do dia anterior.

Passaram-se 15 horas daqueles momentos de dor, e veio o refrigério! Quando o anestesista aplicou a anestesia, e fui sentindo ela geladinha passando pelo meu corpo, que alívio! Uma sensação de calmaria depois de uma tempestade 😆. Só quem já sentiu as dores de um parto sabe do que estou falando. 

E com 4,240kg, 53cm, às 13:45 do dia 25 de Fevereiro minha bebê nasceu e é colocada em meus braços. Que sensação maravilhosa! Indiscritível! Passou tanta coisa na minha cabeça, comecei a lembrar dos dias anteriores em que ficava com conversando com ela, alisando minha barriga. E ali estava ela, tão perfeita, pequena, indefesa e dependente de mim. 

Mesmo sendo cesariana, meu parto foi muito humanizado. Meu esposo ficou o tempo todo comigo, inclusive quando estava sentindo as dores e fazendo os exercícios. Assim que ela foi tirada da minha barriga, a dra colocou em meus seios para mamar. A cena mais linda da minha vida! E eu não estou romantizando não, foi o que senti. E passaria por tudo de novo! Pelas dores, pelos gritos e sofrimento apenas para tê-la em meus braços. 


É ou não é a muito linda e fofa!?😍🥰 Mamãe babona on! 

Hoje minha Juanninha está com 10 meses, muito serelepe, e sorridente e cheia das vontades, ja faz birra, mas é assim mesmo.Ela é a alegria da minha vida!

 

Ainda gostaria de falar sobre o meu pós-parto, mas esse assunto vai ficar para um próximo post, pois esse já fico enorme haha, mas é por um bom motivo né.

Beijos e até o próximo post.

4 comentários:

  1. Legal, você falar sobre parto cesário e humanizado
    Parabéns!
    Abraços,
    Alécia, do Blog ArroJada Mix

    ResponderExcluir
  2. Que princesa a sua filha Jade, adorei conhecer a sua história.
    Estou com pesquisa de público no blog se quiser responder, eu agradeço.
    Big Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lulu! Obrigada! Jpa vou responder sua pesquisa.
      Beijos

      Excluir

Fiquem à vontade para deixar seus recados,
Pode deixar que responderei com todo carinho :)